Seguidores

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Lágrima




Lágrima...

Purpurina dos olhos,

brilham de saudade de você

E se transformam em sóis

quando demoram a te ver.

Depois, se apagam


num risco no céu...

Um cisco que escapou

e saiu a sua procura.


(Sirlei L. Passolongo)

4 comentários:

roberta disse...

olha eu achei esse poema muito bonito.

quem fez ele esta de parabems

Sirlei Passolongo disse...

Está assinado por mim Roberta, jamais o assinaria se naum fosse meu.

Basilina disse...

Eu gosto muito do que você escreve Sirlei. Seus poemas exalam sensibilidade,autenticidade e engajamento. Você fala sobre o o dia-a-dia de uma forma real, mas ao mesmo tempo com a emoção de um poeta. Parabéns.

crica disse...

O. BEIJOS