Seguidores

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Amei Demais





Amei demais
sem medida
Perdidamente
insana

Amei
com tanto de mim
Que já não me encontro
com tanta verdade
que não percebi
serem fantasias,
mentiras

Amei
Com olhos vendados
Por um querer
sem noção do certo e do errado

Mas não posso dizer que amei
se o que meu peito conjuga
a todo instante é eu te amo,
insanamente, demais.

(Sirlei L. Passolongo)

Direitos Reservados a Autora

2 comentários:

PAULO FRIAS disse...

Linda demais...daquelas necessárias...difíceis de encarar...sou sincero...rola até ciúme...remorso...sei lá...
É verdade nua e crua...que a gente vive...daqui e de lá.
Beijos...parabéns!

Cecilia disse...

Maravilhosa poesia Sirlei...

De maneira contundente nos teus versos você deixa registrado esse sentimento que movimenta os corações apaixonados...

Parabéns poetisa!