Seguidores

sábado, 4 de agosto de 2007


Orgasmo da palavra
       

Despe-se em versos soltos
em desvairadas rimas

assim qual o gozo
em instantes alucina

nuas e sem sentidos

quase se ouve ao longe
o doce som do seu gemido.
       

(Sirlei L. Passongo)

(Direitos Reservados a Autora

3 comentários:

Ricardo Goothuzem disse...

Grande texto, Sirlei! Parabéns pelo blog. Bjs!

Josane disse...

Gostei de todas as poesias publicadas aqui, mas desta em especial.
Muito inspiradora! rsrsss
E, o blog ficou muito legal.
Bjusss Sirlei querida

888888 disse...

Oii SIRLEY!! Mui linda teu blog..!com tuas poesias bélissimas...,com muit sensibilidades..!bjim no coraçao!!!